Google Adwords e SKAGs! – Guia de introdução

Anúncios direcionados ao público ideal da sua empresa são uma excelente forma de gerar negócios online, além de tornar sua empresa mais conhecida e, assim, ser possível gerar mais visitas e Leads.

Se você já fez uma busca online sobre métodos para divulgar sua empresa, já deve ter ouvido falar das possibilidades de anúncios do Google. Uma das ferramentas de melhor alcance e possibilidade de direcionamento de público e local é o Google Adwords.

O foco do Adwords é exibir anúncios para pessoas realmente interessadas, acompanhar acessos e atingir clientes em potencial no momento em que buscam pela solução que você possui.

 

O que é Google Adwords?

Google Adwords

Uma das definições mais interessantes do Google Adwords é do Neil Patel, ele define o Adwords como “um mercado onde empresas pagam para ter o seu site ranqueado acima dos resultados de busca orgânica, baseado em palavras-chave.”

O Google foi criado em 98 e em pouco tempo se tornou o site de busca de maior impacto da internet, se tornando referência mundial.

O Adwords é a plataforma de publicidade online do Google, um dos sistemas de link patrocinado mais conhecido da internet.

Como falamos anteriormente, seu foco é exibir anúncios no momento em que potenciais clientes estão buscando por algum assunto que seja relacionado à sua solução.

Dessa forma, seus anúncios aparecem apenas para pessoas que já tenham algum tipo de interesse em seu serviço ou assuntos relacionados, no momento exato em que essas pessoas buscam.

Incrível, certo? Calma, não para por aí.

Existem diversos tipos de anúncios disponíveis no Adwords, formatos diferentes para objetivos e negócios diferentes.

 

Tipos de Campanha no Google Adwords

O primeiro passo para obter sucesso com o Adwords é conhecer os tipos de campanha que ele possui e como elas funcionam, suas vantagens e benefícios.

 

Rede de pesquisa

Google Adwords - Rede de pesquisa
(A barra lateral não existe mais! =])

A rede de pesquisa, como o próprio nome diz, é composta de todos os sites de busca de parceiros e o próprio buscador do Google. Se você já buscou alguma coisa no Google, ou em algum buscador parceiro, sem dúvidas já conhece (pelo menos um pouco) a Rede de pesquisa.

Os anúncios da Rede de pesquisa são exibidos em destaque junto aos resultados orgânicos da busca realizada. Familiar?

A principal vantagem de utilizar a rede de pesquisa é a possibilidade de comunicar e mostrar meu anúncio para pessoas no momento em que elas estão buscando ao relacionado ao meu produto, serviço ou conteúdo.

Para isso acontecer é preciso que os termos buscados tenham relação com uma das palavras-chave da campanha.

Isso significa que para ter relevância com seus anúncios é importante conhecer bem sua persona e entender como são seus hábitos de busca.

Afinal, se seu anúncio aparece para a pessoa errada no momento errado você está perdendo dinheiro, certo?

Também fazem parte da Rede de Pesquisa o Google Play e o Google Shopping (mais sobre ele abaixo).

 

Rede de display

Google Adwords - Rede de Display

A Rede de Display do Google é composta por um grupo de mais de dois milhões de sites, aplicativos e vídeos onde seus anúncios podem ser exibidos.

A maior vantagem de utilizar a Rede de Display é a possibilidade de segmentar melhor seus anúncios. Você pode criar e segmentar anúncios baseados em contextos específicos, público alvo, locais e muito mais.

Por exemplo, se sua empresa entende que o portal de notícias X é uma fonte de conteúdo interessante para sua persona quando ela está considerando soluções, é possível criar anúncios específicos para esse portal.

Indo mais além, você pode escolher em quais sites seus anúncios vão ser exibidos (ou não), em quais páginas especificas, em que temas (exemplo: “Música alternativa”), caraterísticas de público (exemplo: Jovens que gostam de Rock) e muito mais.

Trazendo a conversa mais para o lado do Inbound Marketing, a Rede de Display possibilita a comunicação com pessoas em diferentes estágios da Jornada de compra.

Outro ponto interessante sobre a Rede de Display é a possibilidade de usar diversos formatos de anúncio como vídeos, imagens, rich media ou texto.

Além de milhares de websites em todo mundo, fazem parte da Rede de display alguns sites do próprio Google, como o Youtube, Gmail, Blogger e sites e aplicativos mobile.

 

Youtube Ads

Google Adwords - Youtube

O Youtube é a plataforma de vídeos do Google e também faz parte da Rede de Display do Adwords, mas convenhamos, você sabe disso. O sucesso do Youtube tomou proporções tão grandes que o mesmo dispensa apresentações.

Você provavelmente já sabe que o Youtube é o segundo maior buscador do mundo e que conta com mais de 1 bilhão de usuários, certo?

Olhando para esses números, não é difícil de imaginar que anunciar no Youtube se mostra uma oportunidade bem interessante para profissionais de Marketing e empresas comunicarem suas campanhas para atingir seus objetivos.

É possível criar anúncios com diferentes tipos de segmentação para atingir seu público ideal. É possível segmentar por interesses, idade, local e mais.

Seus anúncios no Youtube podem ser exibidos em diversos formatos: Vídeo (TrueView, in-stream, Bumper), Anúncios Gráficos (InVido, Banner padrão) e outros (Rich Media, Masthead)

 

Google Shopping

Google Adwords - Google Shopping

A ideia do Google Shopping está longe de ser complexa, apesar de mudar significativamente o modo de pesquisar produtos online: basta digitar, na busca comum, pelo produto que você quer e pronto.

Funcionando como um grande comparador de preços, o Google Shopping exibe, em seus resultados de busca, o produto pelo qual você procurou.

Além de simplificar a busca do usuário, o Google Shopping oferece filtros para facilitar ainda mais a busca do consumidor pelo produto que deseja.

Remarketing

Google Adwords - Remarketing

A definição que eu mais gosto de Remarketing é “a ação da publicidade para a mesma pessoa mais de uma vez” e por mais que pareça meio vago, é exatamente do que se trata o Remarketing.

Mas, calma, ele é mais simples e presente no nosso dia a dia do que parece.

Alguma vez você já se deparou com a situação “Visitei o site da empresa X e agora eu não paro de ver anúncio dessa empresa”? Aqui na Seja já passamos horas no debate “Facebook esta espionando a gente!” (True story).

Bom, isso é Remarketing. É a estratégia de exibir seus anúncios para pessoas que já demonstraram interesse em seus produtos ou serviços, já interagiram com seu site ou App.

Com o Remarketing, é possível exibir seus anúncios a essas pessoas que interagiram com sua empresa através da Rede de Display do Google.

Tipos de Remarketing no Adwords:

Remarketing padrão

Exibe seus anúncios a visitantes anteriores quando estes estão navegando em sites ou usando aplicativos da Rede de Display.

Remarketing dinâmico

Exiba anúncios dinâmicos para pessoas que visitaram seu site anteriormente, com serviços e produtos que eles visualizaram anteriormente. Saiba mais sobre Remarketing dinâmico.

Remarketing para aplicativos para dispositivos móveis

Exiba seus anúncios para pessoas que estiveram em seu site ou App através para dispositivos móveis.

Listas de Remarketing para anúncios da rede de pesquisa

Exibe seus anúncios para pessoas que já visitaram seu site enquanto elas buscam na rede de pesquisa do Google.

Remarketing de vídeo

Exibe seus anúncios para pessoas que já interagiram com seus vídeos.

Remarketing de lista de e-mails

Exibe seus anúncios para pessoas em uma lista de e-mails.

 

Campanhas para Apps Mobile

Campanhas para Apps Mobile

Quando e por qual motivo usar

 Ter um app não basta para se destacar no mercado. Afinal, de nada adianta tê-lo, se ninguém usa. Por isso as campanhas do Google voltadas para o nicho pode ser bastante eficiente, se usadas de maneira correta.

Se você possui um app voltado para jogos, como é o caso do exemplo acima, você pode segmentá-lo para quem costuma jogar e buscar apps voltados para diversão. Faz muito mais sentido do que anunciar para pessoas que buscam apps voltados para organização ou gestão financeira, por exemplo.

Importância do uso de palavras-chave

Google Adwords - Palavras chave

Palavras-chave são, palavras, perguntas ou frases relevantes utilizadas para fazer uma pesquisa em mecanismos de busca.

Pessoas que procuram por um produto ou serviço fazem esse tipo de busca com intuito de resolver um problema ou obter alguma informação.

O uso das palavras chave corretas para sua empresa é de extrema importância para que seus sites e anúncios sejam encontrados por pessoas que buscam soluções que sua empresa oferece.

É de fundamental importância conhecer bem suas personas, entender que tipo de buscas fazem, quando fazem e por qual motivo fazem. Assim você poderá maximizar o ROI das suas campanhas.

 

Tipos de correspondência de palavras-chave

Você controla quando seus anúncios serão exibidos utilizando os tipos de correspondência. Tipos de correspondência mais amplos costumar gerar mais tráfego e cliques, no entanto, correspondências mais restritas costumam mostrar seus anúncios para buscas mais qualificadas.

Correspondência Ampla

É o tipo de correspondência padrão atribuído para todas as palavras chaves. Seus anúncios podem aparecer em buscas que contêm a palavra chave com erros de português, sinônimos, pesquisas sobre temas relacionados e mais. Exemplo: Sapatos Femininos

Correspondência Ampla Modificada

É uma modificação da correspondência ampla. Ao utilizá-la, seus anúncios passam a aparecer em buscas com o termo modificado, variações e erros de ortografia, não mais em sinônimos. Exemplo: +Sapatos +femininos

Correspondência de Frase

Nessa correspondência, seus anúncios serão exibidos em buscas que são uma frase ou variações. Exemplos: “Sapatos femininos”

Correspondência Exata

Seus anúncios serão exibidos em buscas que são o termo exato e variações aproximadas do termo. Exemplo: [Sapatos femininos]

Correspondência Negativa

Seus anúncios não serão exibidos em pesquisas com o termo. Exemplo: -masculino

 

Índice de Qualidade

O Índice de qualidade nada mais é do que uma avaliação, feita pelo Google, para determinar a qualidade do seu anúncio, palavras chave s sua página de destino. O Índice de qualidade usa um sistema de notas de 1 a 10.

Quando ocorre o leilão para determinar a posição dos anúncios durante uma pesquisa o Índice de qualidade é consultado, junto ao CPC (custo por clique).

O que o Índice de qualidade considera

1 – CTR

É o número de cliques divido pelo número de exibições do anúncio. É considerado o fator mais importante no Índice de qualidade. É através dele que o Google identifica se o seu anúncio está sendo relevante para seus usuários.

2 – Relevância

Ele mede a relevância da sua palavras chave em relação ao conteúdo do seu anúncio.

3 – Pagina de destino

O Google também considera a experiência de usuário quando estes são direcionados para sua página de destino. São considerados 3 aspectos: conteúdo, transparência (credibilidade) e facilidade de navegação.

 

Dica para uma campanha de sucesso! SKAGs

Para começar, SKAGs (single keyword ad groups) são nada mais do que grupos de anúncio com apenas uma palavra-chave raiz, ou seja, uma única palavra-chave com diferentes tipos de correspondência.

Louco né? Você deve estar pensando nas suas campanhas que utilizam 20 palavras chaves, seriam 20 grupos de anúncio! Muito trabalho!

Não posso discordar de você, no entanto, vale a pena!

Principais vantagens das SKAGs

Aumenta o CTR – Quando usamos uma SKAG nós estamos pareando uma palavra-chave com um único grupo de anúncios, isso nos permite ter certeza que nossos anúncios serão ativados apenas pelos termos de pesquisa que estamos pagando. Sem uma discrepância entre termo buscado, palavra-chave e copy do anúncio, nossas campanhas se tornam mais relevantes para os usuários.

Melhora o Índice de qualidade dos seus anúncios – Como já falamos, o índice de qualidade é definido por uma soma de fatores sendo o CTR o de maior relevância. Já viu onde quero chegar, certo? Se a SKAG aumenta o nosso CTR, obviamente, ela também vai impactar de forma positiva o Índice de qualidade.

Redução do CPC e melhora no posicionamento de anúncios – Como o Google usa o seu de Índice de qualidade junto ao CPC para definir o leilão, se seu Índice de qualidade aumentar seu CPC diminui. O seu lance para estar a frente de seus concorrentes, diminui.

Como montar uma SKAG – Passo a Passo

Vamos imaginar que sua empresa presta serviços de consultoria de RH. Vamos montar duas SKAGs para essa campanha.

A primeira SKAG utilizará a palavra-chave “consultoria de RH”, a segunda “Consultoria de Recursos Humanos”.

Reparou que não começamos pela pesquisa de palavras-chave? Em uma SKAG a pesquisa de palavras-chave não é tão fundamental assim.

Passo 1 – Crie um grupo de anúncio para cada palavra chave raiz.

Passo 2 – Organize a palavra-chave dentro dos grupos de anúncio.

Começando com a SKAG 1, precisamos organizar a palavra-chave com os tipos de correspondência que usaremos.

Ela deverá ficar assim:
+consultoria +de +rh
“consultoria de rh”
[consultoria de rh]

E adicione a Palavra Recursos Humanos, como palavra-chave negativa no grupo de anúncio, assim esse termo não ativará essa Skag. Pronto, esta pronta essa Skag.

google adwords - skag

Repita o processo para a SKAG número 2

Ela deverá ficar assim:
+consultoria +de +recursos +humanos
“consultoria de recursos humanos”
[consultoria de recursos humanos]

Passo 3 – Crie seus anúncios, lembre-se sempre de manter a palavra-chave na headline e no caminhos dos anúncios, como na imagem:

Adicione a Palavra RH, como como palavra-chave negativa no grupo de anúncio, assim esse termo não ativará essa skag.

IMPORTANTE! É fundamental negativar termos usados em outras SKAGs, assim você poderá controlar efetivamente onde gastará seu orçamento.

Pronto, sua Skag está pronta. Refaça os passos anteriores para todas as suas palavras-chave.

QUER RECEBER MAIS CONTEÚDOS COMO ESSE?

Cadastre-se e receba toda semana novos conteúdos sobre Marketing Digital